11º Festival de Direitos Humanos e Cidadania no Centro de São Paulo

Praça do Patriarca se transforma no Espaço da Cidadania, onde a população poderá acessar os serviços da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania

Social

30

/

11/2023

Última atualização:

05

/

12/2023

Celebrar, refletir e conscientizar a população de São Paulo sobre a importância dos Direitos Humanos é o objetivo do 11º Festival de Direitos Humanos, que acontece de 04 a 09 de dezembro e ocupa a cidade com apresentações artísticas, oficinas, debates e oferta de serviços ao público. O show de encerramento traz nomes como Liniker, Russo Passapusso, Lia de Itamaracá e Dexter. Todos os eventos são gratuitos.

De 04 a 06 de dezembro, das 10h às 16h, a Praça do Patriarca, no centro de São Paulo, se transforma no Espaço da Cidadania, onde a população poderá acessar os serviços da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania, por meio de suas unidades móveis, como o Ônibus Lilás, dedicado ao enfrentamento da violência contra a mulher, o CRAI Móvel (Centro de Referência e Atendimento para Imigrantes); e uma das Unidades Móveis de Cidadania LGBTI+.

Ainda, no Espaço de Cidadania, o público poderá se cadastrar no CadÚnico; acessar vagas e cursos do CATE Móvel (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo); realizar testes gratuitos e profilaxias pré e pós exposição ao HIV (05 e 06/12).

No dia 04, o Departamento de Educação em Direitos Humanos da SMDHC realiza mesas de debates sobre Comunicação para Direitos Humanos e apresenta trabalho desenvolvido pela cartunista Laerte sobre as diversas áreas de atuação da SMDHC, como mulheres, LGBTI+, imigrantes, igualdade racial, povos indígenas, na Biblioteca Mario de Andrade.

Entre os dias 07 e 08/12, a Coordenação de Políticas para a População em Situação de Rua promove oficina de rimas, de colagem e karaokê, este último no Vale do Anhangabaú, perto do Viaduto do Chá. É só chegar e soltar a voz.

O tradicional Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade, que reconhece o papel de entidades engajadas em políticas de inclusão e diversidade no mercado de trabalho, será entregue no dia 05/12; e o Prêmio Nelson Mandela, que condecora iniciativas comprometidas com os direitos da população negra e dos demais grupos étnico-raciais no município de São Paulo, acontece em 08/12.

A programação conta ainda com a realização de um cinedebate com o coletivo EntreTodos sobre egressos do sistema prisional; e no Parque da Juventude haverá palestra sobre a Casa de Detenção de São Paulo e um roteiro de memória sobre o território e os processos de apagamento histórico do Carandiru.

Desenhos feitos por crianças e adolescentes, inspirados no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) serão expostos no dia 07/12, e uma banca vai escolher os dez melhores trabalhos para ilustrarem nova impressão do ECA.

O show de encerramento reunirá artistas como Lia de Itamaracá, conhecida internacionalmente por suas cirandas; a cantora, compositora e artista visual Liniker, que acaba de receber o título de imortal da Academia Brasileira de Cultura; o cantor e compositor Russo Passapusso (Baiana System), apresentando seu trabalho autoral; o rapper Dexter e a cantora Anelis Assumpção, entre outros.

Festival de Direitos humanos: 11 anos

Realizado desde 2013, o evento tem como objetivo ressaltar a importância da participação cidadã na temática da garantia de direitos e acompanhamento de políticas públicas.

A realização do Festival também celebra o Dia Internacional do Direitos Humanos, comemorado em 10 de dezembro. Nesta data, em 1948, a Organização das Nações Unidas (ONU) oficializou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, documento elaborado quando o mundo se recuperava dos efeitos do conflito da Segunda Guerra Mundial.


Serviço

O quê: 11º Festival de Direitos Humanos
Quando: 04 a 09/12
Todos os eventos são gratuitos

Confira a programação neste link

No items found.

Galeria

Compartilhe
No items found.